ÂMBAR, vegetal ou mineral, qual a sua idade?
06 de junho de 2018

ÂMBAR

A matéria orgânica, ao ser fossilizada, resiste aos efeitos destrutivos que o tempo geológico e as condições climáticas poderiam lhes causar. É importante enfatizar, no entanto, que os registros de vida não são encontrados apenas em material rochoso. Um exemplo de outro processo de fossilização é a conservação de organismos em resina secretada por árvores pré-históricas, cujo processo de endurecimento forma o âmbar.

Quem não se lembra do famoso filme de Steven Spielberg, Jurassic Park, quando cientistas extraem DNA do dinossauro em um fóssil de mosquito preservado em âmbar? Uma pena que este aspecto seja apenas ficção, já que cientistas australianos afirmaram que o material genético sobrevive apenas por 6,8 milhões de anos nessas condições.

Os âmbares remontam desde a Era Paleozoica, com os primeiros registros datados do período Carbonífero, há 360 milhões de anos, evento que coincide com o surgimento das coníferas, árvores gimnospermas excretoras de resina.
FOTO ÂMBAR heli

E aí, interessaram-se pelo âmbar? Aqui no Museu Geológico da Bahia é possível vê-lo de pertinho. Melhor ainda! A amostra do acervo tem um inseto muito bem preservado. Não percam a chance de sentir o passado na palma da sua mão. Visitem o Museu!

Busca
O Museu

Descubra a história do Museu, suas coleções e muito mais.

BACKLIGHT Terrac
Escolas

Agende a sua visita.

100_3478c