Núcleo da Terra é muito mais quente do que se previa
09 de maio de 2013

Uma equipe liderada por Agnes Dewaele da CEA francesa publicou recentemente na Science um estudo que tenta explicar melhor o campo magnético terrestre. Neste trabalho observou-se que o núcleo da Terra tem uma temperatura aproximada de 6.000 graus centígrados o que é mil graus a mais do que previamente estimado.

Um dos motivos desta asserção é que para termos o campo magnético terrestre é necessário que a diferença de temperatura entre o núcleo sólido e o manto deve ser de no mínimo 1.500 graus centígrados.

A interação da crosta, manto e o núcleo líquido de alta temperatura rodando em torno de um núcleo metálico sólido com temperaturas de 6.000 graus centígrados e pressões acima de 3.3 milhões de atmosferas, faz da Terra um  imenso dínamo que gera o nosso enorme campo magnético.

 

(Diagrama mostrando as variações de  temperatura da Terra)

Fonte: Geologo.com.br
Busca
O Museu

Descubra a história do Museu, suas coleções e muito mais.

BACKLIGHT Terrac
Escolas

Agende a sua visita.

100_3478c